Mercado

Peças em braile podem chegar ao mercado no ano que vem

Diferentes países participaram do desenvolvimento dos protótipos, entre eles Brasil, Dinamarca e Noruega.

 

A Lego anunciou seu próximo projeto: peças em braile. O objetivo da marca de blocos de montar é permitir que cegos ou deficientes visuais tenham a oportunidade de aprender por meio de brinquedos.

O comunicado foi feito durante uma conferência de marcas sustentáveis em Paris, na França. "O conceito por trás dos blocos de braile da Lego foi inicialmente proposto à Fundação Lego em 2011 pela Associação Dinamarquesa dos Cegos e novamente em 2017 pela brasileira Fundação Dorina Nowill para Cegos", diz comunicado publicado pela companhia.

Além do Brasil e Dinamarca, o Reino Unido e a Noruega também participaram do desenvolvimento dos protótipos, que agora estão em fase de teste nos respectivos países.

As peças serão feitas com o mesmo número de tachas usadas para as letras e números do alfabeto braile, mas sem perder a compatibilidade com o sistema Lego. "Nós acreditamos firmemente que os blocos podem ajudar a aumentar o interesse em aprender braile", completa a nota. O lançamento dos novos blocos de montar, que serão distribuídos gratuitamente para instituições parceiras, está previsto para 2020.

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais